jump to navigation

Sobre uma certa carta… 19 janeiro, 2010

Posted by Mônica Góes in Humor, Meus Escritos.
Tags:
1 comment so far

O relato dos buracos da sua rua foi ridículo, mas me fez sorrir tal qual sorrio dos desenhos da Pucca; Briguento é com “GU”, e o perfume que exalou quando abri o envelope comprova a minha teoria de que você é o lado feminino da relação. (Risos)

Os correios estão competindo pesado com os e-mails, haja vista a carta ter sido carimbada hoje e, hoje mesmo, ter sido entregue; Mas aceite os fatos: você não é bonito. Porém existem inúmeras formas de ser belo, o que me fez negar hoje o convite de Brad Pitt para jantar.

SEU BESTA!!! 😀

P.S. E se quiser repetir a leitura de forma pausada, recolhida e privada, imprima o post.

1 X 0 para mim! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Frase do dia 5 julho, 2009

Posted by Mônica Góes in Frases, Humor.
Tags:
add a comment

“Já que pisou na merda, abre os dedos!”

(By Osmar Leão)

Cuidado com o que pede! 7 junho, 2009

Posted by Mônica Góes in Humor.
Tags: , , ,
3 comments

Na mesma palestra do post anterior o psicólogo (e palestrante) fez uma consideração relevante. Muita gente (muita mesmo) se queixa de estar só (eu), de não encontrar um amor (eu), de não conseguir um relacionamento (eu), etc (eu também).

O problema (segundo ele – e faz sentido) está no que desejamos e como pedimos. Desejar um homem milionário, lindo, maduro, que more bem, viva bem… NÃO ADIANTA… Como podemos desejar alguém incompatível naquele momento com o que somos? Querer um homem rico se você não é rica? O que fazemos é desejar um outro projetando nossos próprios desejos. Como se encontrar está pessoa que traçamos baseada em nossas faltas, fosse completar o que precisamos na união dos dois fatores. Portanto, CAI NA REAL! Não adianta querer Tom Cruise (exemplo citado). Primeiro ele já é casado com Katie Holmes. Que, por sinal, tem perfis um a ver com o outro. Sacou? E você definitivamente NÃO É Katie Holmes.

Então pense, dentro do que você é, e tem, no perfil real da pessoa que deseja. E PEÇA! A Deus, a Shiva, ao Universo, tanto faz… mas cuidado com o que pede. O universo não sabe seu RG. Não é seu terapeuta para saber seu perfil psicológico e deduzir o que você deseja. Tipo, uma das participantes disse que estava com duas amigas na rua e disse: “tomara que apareçam 3 gatos lindos hoje pra gente!”. Foram para um restaurante e de fato apareceram… 03 gatinhos felpudos embaixo da mesa que não saiam dos pés delas. Portanto, CUIDADO COM O QUE PEDE!

Diante do exposto, farei o meu pedido ao Universo e ao Todo Poderoso:

Quero um companheiro fisicamente atraente aos meus olhos (Não necessariamente aos seus que me lê! E também não estou falando de Tom Cruise…), pois sem isso não vai pra frente na minha psiquê. SOLTEIRO = SOZINHO = SEM COMPROMISSO = SEM NAMORADA = SEM FICANTES. (Ficou claro?). Que tenha independência financeira, um emprego com um salário legal para que possa me acompanhar nas coisas que gosto de fazer (e que tenha dinheiro sobrando para isso para não ficar apertado). Que more só, tenha seu carro (Até agora coisas compatíveis comigo. Nada surreal). Bem humorado, gentil, carinhoso, FIEL, maduro. Na vida, determinado, responsável (não workaholic, pelo amor de Deus!), com planos de vida profissional e de família.

Tá bom por enquanto… vamos ver o que volta de resposta! rsrsrsrsrsrsrsrrsrsr

Conto de Fadas das Burguesas 1 fevereiro, 2009

Posted by Mônica Góes in Humor, Textos.
Tags: ,
add a comment

F-U-D-E-U!!! Vou MORRER comendo rã!!! 😀 😀 😀

Conto de Fadas das Burguesas
 
Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa, independente e cheia de auto estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.

Então, a rã pulou para o seu colo e disse:

– Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas, uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa.
 
Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre…

E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava: ‘ Nem fu-den-do! ‘.

(Autoria atribuída, mas não confirmada, a Luís Fernando Veríssimo… mas é bem a cara dele! 😀 )

Teatro 18 janeiro, 2009

Posted by Mônica Góes in Humor, Teatro.
Tags: ,
1 comment so far

Hoje relembrei o quanto é bom rir… tudo bem, já sou de rir por natureza e por qualquer besteira, mas riso de qualidade, de gargalhar a ponto de doer a barriga e literalmente chorar de rir, fazia tempo que não acontecia.

Pois bem, não dá pra contar o espetáculo (apesar de que só de o lembrar já dá vontade de rir de novo!), mas assista aos Melhores do Mundo na peça Hermanoteu na Terra de Godah. Vale MUITO a pena! Não tem como não morrer de rir com a peregrinação de Hermanoteu da Pentescopéia, filho de Holonéia e irmão de Micalatéia (Hummm….Micalatéia…) 😀 😀 😀

Pra tira-gosto o Youtube tem vários trechos. Mas ir ao teatro é definitivamente sem comparação! Mas lá vem o petisco! Com direito a legenda e tudo! 😀