jump to navigation

Dores inatingíveis 11 junho, 2009

Posted by Mônica Góes in Saúde.
Tags: ,
trackback

Não. Este não é um post emocional. É um post fisiológico mesmo.

Não suporto dor. Bom… suportar talvez não seja bem a palavra. Com certeza a maioria das pessoas não suporta sentir dor. Mas eu em particular não tolero dor. Não tenho resistência a ela.

Principalmente as dores inatigíveis. Se você se corta, lava o ferimento, coloca um anti séptico e passa. Se está com dores abdominais toma um Buscopam e tudo certo. Dor de cabeça, nada que um analgésico não resolva. Mas tem certas dores que são literalmente de doer. Dor de dente? Passa com que? E dor de ouvido? Estas são as tais dores inatingíveis as quais me refiro. E a dois dias estou com enxaqueca…

Uma ZORRA que ela é igual a dor de cabeça! Não é MESMO!… achei uma descrição sensacional do que é o inferno desta dor. Tem um site SÓ sobre enxaqueca (www.enxaqueca.com.br).

A dor

A maioria (mas não a totalidade) das enxaquecas são acompanhadas por dor de cabeça.

Essa dor ocorre de um só lado (unilateral) em cerca de 2/3 das crises; ocorrendo nos dois lados no restante dos casos. Quando unilateral, ela pode mudar de lado em certos pacientes.

Ela costuma começar bem de leve, dor “surda”, passando a latejante conforme se intensifica. Piora aos esforços, ao abaixar-se e, em certos casos, mesmo ao andar

A intensidade da dor varia muito, mesmo durante uma crise. Pode ser desde uma dorzinha leve, até uma dor incapacitante. Ocasionalmente, podem ocorrer algumas “pontadas” e “fisgadas” na região dos olhos ou das têmporas. Estas “pontadas” podem ocorrer mesmo fora das crises numa boa fração dos pacientes.

A localização da dor pode ser em qualquer ponto da cabeça. Mais freqüentemente, encontram-se acometidos os olhos, têmporas, testa e pescoço.

A dor pode permanecer bem localizada, ou então irradiar-se, chegando a envolver a região dos músculos do pescoço e dos ombros.

Podem ocorrer dores na face, incluindo nariz, dentes e gengiva.

Pode doer o pescoço, na região da trajetória das artérias carótidas.

O horário de início pode ser a qualquer momento do dia ou da noite.

Não é incomum a pessoa acordar de madrugada com forte dor de cabeca.

Normalmente dura menos de um dia. Contudo, uma crise pode durar, não raro, 3 a 4 dias.

Durante as crises, o indivíduo prefere ficar parado, bem quieto, uma vez que o movimento piora a dor; o mesmo ocorrendo em relação a tosse.

Alguns colocam gelo onde dói. Outros preferem bolsa de água quente. Outros ainda, apertam a cabeca com as mãos, para encontrar algum alívio. Há pacientes que sentem alívio ao tomar um banho de chuveiro.

Pois é… a 2 dias a infeliz me atormenta do lado esquerdo da cabeça… parece que tem algo furando atrás do meu olho esquerdo… sem contar as náuseas que a infeliz me dá… agora vai e diz que é a mesma coisa…

Portanto, de péssimo humor hoje…

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: