jump to navigation

Pirâmide de Maslow 10 dezembro, 2007

Posted by Mônica Góes in Mercado de Trabalho.
trackback

Em conversa com meu querido amigo Alf no MSN (o assunto era outro completamente sem graça que nem vale a dissertação), entramos no dilema: somos bem pagos e supervalorizados ou o mercado anda sem noção? Como surgem para você ofertas de trabalho com salário menores do que o que você recebe no momento?

Tá… eu sei que salário não é tudo. Tem outros ganhos indiretos. Mas vamos combinar que uma oferta de 1/3 bruto do seu rendimento atual líquido é no mínimo sem noção. Comentei que é uma ilusão isso de achar que contratar uma pessoa por algo menor do que o necessário para suprir suas contas básicas,  e pôr uma cenoura na frente do ser humano para que ele corra atrás não é motivação. Para mim é dor de cabeça. Sem paz para produzir, preocupado com a luz, o mercado, a escola das crianças e outras coisas básicas da vida, a maioria dos seres humanos normais não trabalha direito.

Como disse meu amigo Alf, Pirâmide de Maslow:

Maslow

E concordo com ele quando diz que isso vale para tudo: vida amorosa, trabalho, amizade, família, tudo… rumo à mudaça de mentalidade!

Anúncios

Comentários»

1. Andre L. Soares - 12 dezembro, 2007

Sim. Mas a pirâmide de Maslow revela um lado cruel da vida: a eterna insatisfação humana. Além disso, por ser pirâmide, tem-se que a fase seguinte é sempre fisicamente menor que a fase em que se está. Isso gera concorrência (seja do sujeito com outro sujeito, seja do sujeito com ele mesmo – debatendo-se entre prosseguir na busca infinda ou conformar-se). Então, a ‘cenoura na frente do ceolho’ já é mesmo a pirâmide de Maslow. Não que eu seja contra procurar-se o progresso pessoal. De forma alguma. Contudo, essa busca irrefreada, principalmente nos dois níveis mais elevados, tem sido, quase sempre, a razão da maldade humana.

2. Mônica Góes - 12 dezembro, 2007

Concordo com você… mas a intenção do post foi meramente mercadológica! (risos)

Mas você está certo sobre a eterna instatisfação humana. De fato se preocupar em ter demais e ser de menos é um problema e tanto. Mas também não podemos desrespeitar as pessoas sendo oportunistas e oferecendo menos do que ela efetivamente merece. “A cada um conforme suas obras”. 🙂

3. celestino - 7 maio, 2008

Engraçado a semelhança com a pirâmide do grande irmão!
(Ver nota do dólar)

4. jussalem - 12 julho, 2008

queridos o que maslow quis dizer é que a fase seguinte da pirâmide é consequencia da anterior; não se pode começar a construir uma pirãmide de cima para baixo! por isso a fase superior requer bem menos esforço que o anterior. em outras palavras: se você compreender bem o ser humano como pessoa, você sempre consegira tudo que desejar na vida, e consequentemente ficara rica. desejo um bom crescimento a todos; felicidades.

5. Mônica Góes - 17 julho, 2008

Jussalem, está foi a premissa básica do post. É necessário compreender o ser humano enquanto pessoa e suprir suas necessidades básicas para que ele tenha condições de galgar os degraus acima da pirâmide com tranquilidade.
Obrigada pela contribuição e pela visita! 😉

6. cecilia - 1 setembro, 2008

es interesante aprender sobre las nesecidades de los humanos

7. Mônica Góes - 2 setembro, 2008

Obrigada pela visita, Cecilia! 🙂

8. DENNIS WITH - 16 setembro, 2008

YO OOPINO QUESU FORMA DE ENTENDER LAS NECESIDADES DEL SER HUMANO ERAN MUY CLARAS Y BREVES Y QUE A SU VEZ MUY INTERESANTES….

9. Suzy Martins - 4 novembro, 2008

Concordo plenamente com você Mônica Góes, sou da mesma opinião “A cada um conforme suas obras”. Aproveito a oprtunidade para dar os meus parabens pelo seu comentário, adorei vê-las.

10. Mônica Góes - 4 novembro, 2008

Obrigada pela visita, Suzy! Volte sempre que quiser! Aqui tem de tudo! 😀


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: